SÃO PAULO - A Paranapanema está avaliando quatro mineradoras de cobre para formar parcerias ou adquirir pequenas participações nestas empresas, segundo Luiz Antônio Ferraz Júnior, presidente da companhia.
 
?Não queremos ser uma empresa de mineração, mas queremos estar em mineração?, afirmou o executivo em teleconferência sobre resultados trimestrais da companhia.
 
O objetivo da Paranapanema é de se aliar a empresas pequenas ou médias, como uma forma de estabelecer sua presença na atividade de mineração.
 
O movimento está alinhado com a estratégia da companhia, revelada por Ferraz ao Valor no ano passado, de mudar sua dependência de matéria-prima importada. Cerca de 70% do concentrado de cobre comprado pela companhia vem do Chile.
 
Além disso, um projeto de mineração poderia render à empresa um ganho extra. ?Um projeto com capacidade para 30 mil toneladas, por exemplo, poderia render um faturamento anual de R$ 240 milhões?, disse Ferraz na última semana, durante a teleconferência de resultados trimestrais da companhia.
 
O negócio principal da Paranapanema é a transformação de cobre. Neste ano, a principal unidade de produção da companhia, em Dias D´Avila (BA) ficou parada por 74 dias para modernização e ampliação de capacidade. Atualmente, a fábrica um potencial de produção de 245 mil toneladas ao ano, mas quando for totalmente utilizada poderá chegar a 320 mil toneladas.
 
Source: Valor OnLine - BR

2014 © PARANAPANEMA . Todos os direitos reservados