Paranapanema cresce 44% no 1T21

Apresentou uma Receita Líquida de R$ 1,3 bilhão, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Foto: automatização no processo de produção dos cátodos (cobre primário) na unidade de Dias d'Ávila da Paranapanema. 

(29/04/2021) A Paranapanema, assim como diversas empresas nos mercados nacionais e internacionais, ainda enfrenta desafios relacionados à pandemia da COVID-19 com grande efetividade nas suas ações de prevenção. Além disso, a Companhia continua trabalhando para equalizar o perfil de sua dívida financeira, a fim de se adequar à sua futura geração de caixa e necessidade de investimentos.

O 1T21 foi marcado por uma série de resultado positivos para a Companhia, que continua com o foco de realizar a geração de caixa por meio da eficiência em custos e gestão do capital de giro. Dessa forma, apresentou geração de caixa operacional de R$ 13 milhões no primeiro trimestre de 2021.Também, no primeiro trimestre deste ano, apresentou prejuízo líquido de R$ 402,3 milhões, fortemente impactado por efeito não caixa da variação cambial principalmente sobre a sua dívida em moeda estrangeira – que, se excluídos, reverte em lucro líquido ajustado de R$33,7 milhões no período. 

A Companhia registrou redução de R$ 9,2 milhões nos custos fixos e despesas gerais administrativas e com vendas, fechando o primeiro trimestre deste ano com um valor 6% menor em relação ao quarto trimestre de 2020. Apresentou, também, uma Receita Líquida de R$ 1,3 bilhão, aumento de 44% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

“Em virtude do processo de renegociação da dívida, seguimos na priorização da geração de caixa operacional no 1T21. A novidade deste trimestre foi que conseguimos praticamente duplicar o uso de material reciclado no nosso processo produtivo em relação ao primeiro trimestre do ano passado, o que contribui simultaneamente com o meio ambiente e para eficiência do capital de giro”, comenta Luiz Aguiar, diretor-presidente da Companhia.

Em consonância com as boas práticas de produção sustentável e economia circular, outro importante destaque do trimestre é o aumento na utilização de matéria-prima reciclável no processo produtivo, que passou de 8,8% no primeiro trimestre de 2020 para 16,6% no 1T21. Em conjunto com as reduções das perdas metalúrgicas no processo, representou um ganho de R$ 11,3 milhões assim como uma melhora de dois dias no ciclo de conversão de caixa da empresa.

Contatos para a Imprensa

Mayara Bertacini - 11 99946-8291 | mayara.bertacini@paranapanema.com.br
Bruno Badari de Almeida - bruno.badari@paranapanema.com.br
 

2014 © PARANAPANEMA . Todos os direitos reservados