Receita líquida da Paranapanema cresce 32% no primeiro trimestre de 2018 e supera R$ 1 bilhão

 

(02/05/2018) A Paranapanema, maior produtora de cobre refinado do Brasil, fechou o primeiro trimestre de 2018 com uma receita líquida de R$ 1,02 bilhão, o que representa um crescimento de 32% em relação ao mesmo período do ano passado.

“Iniciamos o ano dando continuidade ao nosso processo de retomada da companhia e permanecemos integralmente dedicados a restaurar a rentabilidade das operações”, afirma Marcos Camara, diretor-presidente da Paranapanema. De acordo com o executivo, dois fatos se destacaram nos três primeiros meses do ano: o aumento no volume de vendas e a redução de 16% nas despesas em relação ao primeiro trimestre de 2017.

A companhia registrou ainda Ebitda negativo de R$ 44,2 milhões e prejuízo líquido de R$ 49,1 milhões no período, resultado impactado por intercorrências na produção da planta da Bahia, que geraram maior despesa de ociosidade, bem como pelo início da manutenção preventiva no  final do mês de  março. A manutenção trará de volta a confiabilidade operacional para a produção de Dias d’Ávila. 

As vendas dos três primeiros meses do ano somaram 39,2 mil toneladas, alta de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior. No segmento de cobre primário, a companhia comercializou 11,3 mil toneladas, especialmente para o mercado chinês. Já as vendas de produtos de cobre somaram 27,9 mil toneladas no período, crescimento de 19%.

No mercado nacional, os principais setores atendidos pela companhia são indústria (fios e cabos), metal mecânica, construção civil, energia, revenda e refrigeração. Os dois últimos tiveram crescimento relevante em um ano, representando, juntos, 23% do total das vendas da Paranapanema.

Em termos de produção, o total registrado pela companhia entre janeiro e março foi de 62,5 mil toneladas, sendo 27,4 mil toneladas de cobre primário e 35,1 mil toneladas de produtos de cobre.  

 

Sobre a Paranapanema

A Paranapanema é a maior produtora nacional de cobre refinado, comercializando materiais como cátodos, vergalhões, fios trefilados, laminados, barras, tubos e conexões e suas ligas. Exporta para mais de 30 países e encerrou 2017 com receita de R$ 3,5 bilhões. A companhia foi fundada em 1961 e tem capital aberto desde 1971, integrando o Novo Mercado da B3 desde 2012. Possui três unidades industriais, no Polo Industrial de Camaçari, em Dias d’Ávila (BA), em Santo André (SP) e em Serra (ES). A Paranapanema é responsável pelas marcas já consagradas no mercado Eluma e Caraíba.

2014 © PARANAPANEMA . Todos os direitos reservados